SUPERAÇÃO – COMO VOLTAR À VIDA APÓS A SEPARAÇÃO.

Às vezes o próprio sofrimento serve de impulso para enxergar novidades bem mais interessantes; em outras, ele serve como liçãozinha para não repetir algumas atitudes completamente descartáveis. Olhe para você, olhe em volta, enxergue o mundo! Confira as dicas de como voltar à vida e, quem sabe, descobrir que ela é muito melhor sem ele.

vida-melhor-280108.jpg

1 – “Doença de amor só se cura com outro”
a primeira dica: “Ninguém morre de amor e muito menos de separação. Se não tiver bichinhos de estimação, compre ou adote. Além de ocupar seu tempo, ele dará a você companhia e o que fazer te tirando de casa pra levá-lo pra passear, por exemplo. E, quem sabe, sendo garantia da próxima paquera no parque… Já dizia a sábia canção: ‘doença de amor só cura com outro’”

2 – Melhore a sua imagem no espelho
Mudar o visual sempre funciona. Você se livra daquela carinha de sofredora desolada e ainda por cima não tem que encarar a velha imagem de quando namorava no espelho. Corte o cabelo de forma arrojada, troque o castanho sem cor por um loiro platinado, faça uma tatuagem. Dê uma de Luana Piovani. Toda vez que a atriz termina um namoro, aparece com um visual novo e sempre mais bonita!

3 – Assuma o controle remoto
“Invista em você e faça tudo o que o outro não te deixava fazer”, recomenda Renata. Seja dona do seu nariz. Se der na telha, saia com as amigas para beber até cair ou se jogue numa pista de dança até as cinco da manhã. “Também vale passar dia inteiro moscando na frente de uma pilha de dvds com o rico cardápio: refrigerante + pipoca + chocolate, sem ouvir nenhum comentário sobre suas tolas comédias românticas alugadas”.

4 – Lembre-se de que nada é para sempre
A escritora Ailin Aleixo dá uma ótima pista em uma de suas crônicas (“Viva e depois esqueça”): “É útil jamais perder de vista um detalhe, afixá-lo no espelho do banheiro, repeti-lo como um mantra: absolutamente nada é para sempre, nem mesmo os sentimentos que parecem ser (a vida seria um lago estagnado se só existisse o perene). Nunca mais haverá amor como aquele? Ótimo, porque o novo é tão imenso que seria um desperdício se algo se repetisse. Todo mundo passa. E é bom que seja assim.”

5- Acerte um alvo
Dar uma de metralhadora giratória pode funcionar. Atire para todos os lados, se jogue. Lembra daquele cara estranho que sempre te dava carona? Quem sabe ele não é o rei do sexo e vai te mostrar coisas incríveis na cama! Perdeu a esperança nos homens? Bom, ir com as amigas a uma balada gay pode ser surpreendente!

6 – Volte para o ninho, pelo menos um pouquinho
Mãe nessas horas se transforma em santa! Passe um fim de semana recebendo carinho, mimos e aquela sua comidinha preferida. Durma na cama que você usava quando criança (ainda bem que ela não desmontou o seu quartinho, né?) e abrace seu velho ursinho que te protegia do bicho papão. Família nessas horas pode ser um excelente remédio. Mas se a sua mãe for daquelas que são loucas pelo ex da filha… Não dê notícias por seis meses!

7 – Terceirize a faxina
Nada de organizar a casa! Arrumar CDs e estante de livros é morte na certa. Você sempre vai encontrar um bilhetinho antigo no meio ou lembrar daquela música que vocês adoravam ouvir enquanto preparavam o jantar. A dica aqui é investir uma graninha na faxineira e pedir pra ela criar uma nova arrumação pra casa. Se encontrar alguma coisa que pertença ao ex, peça pra ela enfiar numa caixa, escrever CHINA e colocar no correio.

8 – Mantenha-se ocupada
Ocupe o tempo que tinha livre para ele com qualquer outra atividade que te dê prazer. “Um curso intensivo de leitura de mãos, um intercâmbio urbano em spa com tratamentos por um mês e meio ou um novo hobby. Assim você evita de ficar pensando no infeliz e não corre o risco de ligar correndo pra ele quando a saudade bater”.

9 – Respeite seus limites
Uma psicoterapeuta de casais e família, lembra que quebrar o vínculo com quem se foi tão íntimo é quase impossível. “O tempo cura isso e o distanciamento é inevitável, mesmo que a separação tenha sido amigável. É, acima de tudo, essencial para o recomeço da sua vida”, diz ela. Ela recomenda que você não se sinta na obrigação de entender tudo, compreender o que o outro sente, o que está acontecendo e nem se culpe por ataques de ciúmes e posse.

“Tente ser amigável, sim, mas respeite seus limites. Se você sofre ao ouvir que o outro saiu com amigos, não pergunte e não procure saber. Do lado oposto, não nutra ódio ou revanche. No fundo esses sentimentos também são a maneira, negativa, de não cortar o vínculo – e cortar o vínculo é um processo lento, doloroso e necessário. Melhor não falar com o ‘ex’ do que ficar brigando e tramando vingança. Melhor para você”.

10 – Viaje para aquele lugar que sempre quis conhecer
Se tiver um pé de meia ou, no mínimo, coragem para se lançar no desconhecido, faça como a jornalista norte-americana Elizabeth Gilbert: para superar as crises vindas com o fim de seu casamento ela fez uma viagem de um ano pelo mundo, sozinha. Além de se curar daquelas dores, a escritora conheceu pessoas ainda mais interessantes, escreveu um livro que virou best-seller (“Comer, Rezar e Amar”), ficou rica e famosa e, de quebra, conheceu um novo amor.

36 Comments

  1. Sandra Regina

    30 de janeiro de 2015 at 9:14

    Parabéns pela atitude e garra. Adorei o conselho. Beijos.

  2. Marina Ina

    29 de janeiro de 2015 at 13:37

    Pessoal,
    estou me separando depois de 27 anos de casada. Eu e meu marido temos 50 anos e jamais havia pensado que separaria depois de tantos anos de convivência. Sempre fomos amigos, companheiros, sócios e fazíamos tudo com amor. No entanto, acho que ele entrou na famosa crise dos 50. Arrumou uma amante + jovem, me ignora, não se importa com nossos filhos ( 24 / 22 e 15), não se incomoda com as responsabilidades de casa, só pensa em viajar para encontrar com essa mulher, não me chama para nenhum programa e me rejeita até mesmo para o sexo que antes era muito bom! Mentiras, já perdi as contas de tantas…
    Tenho sofrido há quase um ano, tomei antidepressivos, remédio para dormir, enfim pensei que ia morrer, o apego é muito grande. Nos últimos dias, graças a Deus tenho pensado de forma diferente: ainda sou atraente, bem humorada (quando ele deixa), gosto de viajar, trabalho e ganho bem, tenho meu carro, minha casa e vou ficar sofrendo por quem não merece?
    Decidi retomar as rédeas da minha vida. Pedi a separação definitiva, exigí que ele saia de casa para formalizarmos e assim cada um seguir sua vida.
    Tudo está muito cômodo para ele: em casa tem tudo que precisa e na hora do lazer vai ficar com outra e ainda desfazendo e sendo extremamente grosseiro comigo?
    Não vou deixar mais que isso aconteça. Vou gostar + de mim e esquece-lo. Ele que se vire de agora em diante (é muito dependente de mim até financeiramente).
    Estou me sentindo melhor e vendo uma luz de liberdade e felicidade à minha frente.
    Conselho para quem está nesta situação: tudo passa. Caia fora se não está feliz. Refaça sua vida. Se tem fé: reze. Viaje, se apegue nos filhos, nos amigos, no trabalho e mire em você, tenha a idade que tiver lembre-se que a felicidade não vem até nós. Nós é que temos de busca-la.
    Boa sorte para todas(os).

  3. Edna Oliveira

    13 de janeiro de 2013 at 3:30

    Oi, estou separada ha um ano e meio. Já sabia que a separação era inevitavel mas sempre tentei remediar esse momento. Não imaginava que seria tão dificil o recomeço aceitei a separação pois queriamos coisas diferentes apesar de ainda exister muito amor e respeito um pelo outro. Não foi traiçao nao foi mentiras! Temos uma otima relação nos falamos todos os dias, trabalho para ele. Ele ainda continua sendo o mesmo : amigo , companheiro e super atencioso. Acho que isso que tem me impedido de seguir em frete. Todos os dias acordo com msns dele no meu computador ( Bom Dia Flor ! ) esse tipo de coisa. Agora é que estou abrindo a porta para outra pessoa mas sempre faço comparaçoes. Meu ex tem muitas qualidades era um gentleman. Ainda choro sinto falta dele de todos os planos que fizemos e hj não passa de sonhos. Acho que sofro pela decepçao dos planos que não concretizei.Enfim não é facil mesmo não tendo filhos foi um trauma muito gde para mim que tento vencer a cada dia. Meus amigos falam aww vcs ainda voltam… Mas nao planejo e não sonho com isso o que tiver de ser será . Se não for peço a Deus todos os dias para preparar alguém especial. Meu ex foi muito importante para mim e continua sendo , oro por ele e torço por muito por ele. Mas a vida segue e continuo andando tentanto não olhar para tras. Felicidades para todos nós.

  4. Sandra Regina

    5 de janeiro de 2013 at 9:53

    Ola, Renata, que bom que leu esse artigo, foi escrita com muito carinho, para pessoas que precisam de conforto nessa hora, mas a minha resposta para você e que contiue amando loucamente… só que transfira esse amor todo para você mesma e irá se surpreender.
    beijos.

  5. Renata gomes narciso

    5 de janeiro de 2013 at 6:56

    Bom,estou separada há um ano e dois meses sai do relacionamento amando muito,não sei o que fazer pra curar essa dor.entrando nesse saite decidir colocar pra fora um pouco do meu sofrimento,mais vi que isso passa vivo me culpando,chorando pelos cantos ,depressiva,imaginado que nunca mais arrumaria outra pessoa.
    Essa é minha primeira experiencia vivo me humilhando,querendo voltar,acho que isso é um gravissimo erro ,depois dos relatos que li aqui tenho mais é que tocar minha vida e vi que isso passa. Eu vou conseguir.

  6. R C SILVA

    26 de dezembro de 2012 at 14:04

    A dor da separação também existe para quem decide se separar. Quase um ano após a minha separação ainda sofro com as dores dessa decisão tão difícel que tive que tomar.
    Me separei por ver que não existia mais harmonia no meu casamento. Por mais que quiséssemos ter paz, sempre acabávamos brigando por coisas bobas. Os nossos pensamentos se desencontravam, nosso olhar para o mundo era incompatível.
    Eu comecei a me sentir vazio. Pensava que fazia de tudo para nossa conciliação, mas tudo era em vão.
    Eu hj me pergunto se haveria solução melhor para nós. Se seria possível ter uma relação “curada” das mágoas provocada pelas omissões e palavras duras que trocamos.
    Eu sinto muito por tudo isso. É duro de mais ter planos e sonhos quebrados pela dureza imposta por atitudes que certamente poderiam ter sido evitadas.
    Eu sigo em frente agora em um novo relacionamento, mas há vestígios das minhas frustrações passadas. Eu nem sei como lidar com isso. Estou reaprendendo a me conhecer.
    Tento não pensar em como teria sido se voltássemos. Afinal, a decisão da partida foi minha.

  7. Maria Aparecida

    18 de dezembro de 2012 at 10:23

    Adorei os comentários, sabe depois de uma vida de quase 24 anos juntos entre namoro e casamento, neste momento da minha vida descobri que fui traída, hoje eu faço uma lista das coisas ruins e boas dele e a lista ruim ganha. Há quase uma semana não nós falamos não sei se vale à pena ouvir tanta negação, é já estou decida quero a separação; em fim o que mais me dói e que temos um filho de 9 anos que é louco por ele, e que talvez queira ficar com o pai. No entanto para mim já chega cansei de ser maltratada, sei que vou ter um longo início de via pela frente, mais sei que não serei a primeira e a última, foi muito importante ler os depoimentos, meu deu força. Lembrei da música da Sandra de Sá (É , cansei já não dá mais , vc pisou demais, prá frente é que se anda, a vida leva e traz, a paz que eu quero ter, tão longe de vc, eu sei que ais ser duro, mas tenho que esquecer)

  8. marcos rodrigues

    25 de novembro de 2012 at 14:05

    Não e verdade a mulheres que são bem mais rapidas que os homens por sempre terão outros homens querendo chegar junto dela so a espera do to solteira.terminei meu casamento de 5 cinco anos e ela ja ta saindo e curtindo com outro e eu aqui sofrendo e pensando que tudo foi culpa minha fiquei com meus dois filhos de 4 e 3 anos e ela la saindo e curtindo e não liga pra eles.
    Vocês não podem achar que são sempre e so as mulheres que sofrem e que nós homens temos aquele velho problema de demonstrar mais não to conseguindo esconder não to muito mal mesmo

  9. dani

    25 de novembro de 2012 at 12:09

    olá mulheres, sou mais uma sofredora nesta gigantesca lista. tenho um filhinho de 2 anos que ama o pai, e já á 1semana estamos separados!pouco né? mais podem ter certeza para mim é uma eternidade.mas que já estou cansada de saber que vai PASSAR! porquê nos martirizamos tanto? porque somos as coitadas da História?Vamos ser mais firmes!!!é errado ficarmos nos humilhando, chorando pelo leite derramado, podem ter certeza a culpa não foi nossa!!!a mulher tem a capacidade de superar qualquer dificuldade, basta ter paciência, saber esperar e ter a consciência plena de que vai passar!! a mulher quando quer ela é sábia, não adianta quando eles querem e colocam na cabeça deles o que eles acham que somos não adinta tentar mostrar o contrário!o homem é cabeça dura, é, e sempre foi machista por mais que diga que não pode crer: ELE É!! Pq não agir como eles? vamos agir friamente,vamos ser calculistas, vamos ser indiferentes por mais que isso doa muito. meus sentimento estão oscilando muito, tem horas que estou bem e tenho certeza que fiz a coisa certa,tem horas que não, que choro aí começam as lembranças boas e rapidamente tento desviar minha atenção.sabem pq? pq tenho a mais absoluta certeza que fiz a coisa certa. e que mais na frente ele irá olhar para mim e ver o que ele perdeu e vai se arrepender..Boa Sorte a todas nós

  10. Bruna

    21 de novembro de 2012 at 18:23

    ola!Fui casa por 10 anos e recentemente me separei, estou sofrendo muito e meus filhos tambem, mais tenho certeza que um dia essa dor toda vai passar …

  11. Sandra Regina

    31 de outubro de 2012 at 19:09

    Ola, Jaqueline
    Obrigada por ler o artigo, que bom que você gostou. Querida para o homem o começo da separação é sempre mais rápido a adaptação de estar solteiro, mas você deve dar a volta por cima e se refazer e descobrir-se novamente, sem pressa e de repente aparece alguém especial novamente.

    Beijos.
    Sandra

  12. jaqueline duarte

    27 de outubro de 2012 at 22:23

    eu me separei ja faz um ano e meio,e ainda sofro muiiito!!!eu que larguei minha casa com tudo porque já não aguentava mais ser sacaniada..ele está bem ja tá na segunda namoradinha..e eu to esse tempo todo sem nimguem…oque eu faço???socorrooo rs!!

  13. Lauro

    25 de outubro de 2012 at 11:06

    Li commuita tristesa as respostas, não lembro de ter visto de nenhum homem arrependido.
    Estou separado da minha VIDA a 20 dias, só Deus sabe a dor que sinto, a saudade e imensa, uma mulher especial, linda, super mãe e dona de casa, só que fiquei passivo a isso tudo, temos sonhos de ter filhos, de crescer e morrer juntos, lendo o texto acredito sim que temos fazes de renovação até de um sentimento, mas acredito mais ainda que podemos renovar o sentimento de amar a mesma pessoa, com um amor cada dia mais bonito é puro.
    Hoje vejo o quanto fui burro em não enxergar tudo isso antes, se teremos uma reconciliação, não sei, mas é o que mais espero na minha vida, para poder amar, me entregar e viver essa relação de forma dedicada, sabe o viver em plenitude, acredito que podemos começar novamente e mudar o final. Não ocorreu traição, e estou a espera de uma ligação, para uma conversa, um sinal de fumaça, ou seja lá o que for. So sei que mulheres dedicadas com o intuito de uma vida juntos e coisa raro.
    Ame, viva, e mesmo que o caminho seja o mais arduo, se existir a possibildiade de viver tudo novamente o faça, aprendam com os erros, relacionamento na verdade e uma escola, onde as provas são diarias, mas porque não passar por uma recuperação para poder passar de ano.
    Abraços e que a fé nunca abandonem o coração de vocês, seja qual for a decisão.

  14. Dan

    3 de outubro de 2012 at 6:24

    Olá Renata, na minha opnião voce tem que seguir seu coração, a sua vontade, se voce acha que não da mais certo separa, se você acha que de alguma forma ele vai melhorar volta com ele… lembrando que nós não conseguimos mudar ninguem, as pessoas tem q se moldar sozinhas, por livre e espontanea vontade. Estou me separando tambem, e a familia e amigos não moram debaixo do mesmo teto que voce e seu marido, então, para eles é muito facil falar: volta com ele, não separa dele, porque convivem apenas algumas horas, geralmente em festas, almoços (momentos felizes) agora o intimo de vcs, só vcs e deus sabe como é. Então faça igual eu, siga seu coração… Eu decidi me separar, tem dias q acordo triste, choro, coloco td para fora, levanto a cabeça e vou trabalhar, logo passa, tem dias q eu acordo radiante, me sentindo linda, poderosa e solteira rsrsrs… faz apenas 1 mes q estou separada, na minha opnião nós q escolhemos como vai ser após a separação, tem q encarar como uma nova fase, uma nova vida, uma nova oportunidade de fazer tudo diferente, e bem melhor… Se vc ficar se apegando nos pensamentos: pq não deu certo? o q fizemos de errado? o que faltou?, ai vc vai enlouquecer, então, a partir de hoje se apegue a frases legais, nada de musicas romanticas rs, e vai viajar msm, nada melhor do q uma viagem para esfriar a cabeça…espero ter ajudado rs…. :o)

  15. Renata

    29 de setembro de 2012 at 17:13

    Estou há 11 anos juntos de uma pessa e 5 anos casada. Faz 1 mes que estamos dormindo em casas separadas..nao sei mais o que pensar. Ele quando beb nao tem respeito nenhum por mim…briga, xinga, chega tarde..viaja e esquece que tem esposa…qdo chega a semana, ele me procura, pede desculpas…mas eu nao aguento mais conviver com uma pessoa assim..o pior é qdo vc poe na cabeça de que o melhor é isso mesmo…e vem sua familia e amigos dizendo que ele é uma boa pessoa e que vao sentir a falta dele…ai meu deus…seráque to fazendo a coisa certa pedindo a separação…O pior que nao tenho muitos amigos..e fico nessa depre. Ainda bem que fechei a viafem para fortaleza..mesmo que vou sozinha.

  16. Dan

    26 de setembro de 2012 at 18:47

    Boa noite,
    estou passando por um momento muito dificil tambem, sou casada a 2 anos, e desde que eu e meu marido nos casamos vivemos em um inferno, parece que apesar do amor não conseguimos sobreviver juntos. Ele não me olha, não me toca, não me beija, fico me culpando dia e noite. Resolvemos essa semana nos separar, esta tudo certo para nos separarmos, esta doendo muito, alem de tudo eu perdi minha mae faz 1 mes. Estou mto mto triste mesmo com tudo isso, é tão dificil….

  17. Ana Paula

    25 de setembro de 2012 at 13:37

    Meu marido saiu de casa há 20 dias, pensei que isso poderia ser bom que teria liberdade para fazer o que quizesse, pois estavamos casados a 26 anos. Sei que colaborei muito para isso, pois nos últimos anos ele engordou muito e eu não sentia mais atração fisica por ele, as vezes sentia muita raiva, quando as pesssoa comentavam que ele estava gordo e descontava nele sendo grosseira e mal educada. Mas não estou conseguindo superar a distância, sinto falta do companherismo da cumplicidade, de chegar em casa e ter alguém para conversar, alguém que me ame. Tentei pedir para ele voltar várias vezes, mas ele me disse que o amor de homem e mulher que ele sentia por mim acabou, que eu consegui que isso acontecesse com minhas atitudes. Prometi mudar mas ele me disse que não tem mais jeito. Estou sofrendo muito, não sei o que fazer.

  18. Catia

    24 de setembro de 2012 at 18:24

    Me separei formalmente há 24 dias, pois antes já estavámos longe um do outro dentro de casa…ficamos juntos por 5a e 9m, moramos juntos por 4 anos… Esta é a 3ª e última sepação, está sendo muito difícil, as vezes sinto uma dor que parece que não vai passar… Construímos uma vida juntos… uma casa linda… deixamos do jeito que queríamos…após exato um ano… tudo acaba… não é pelo lado material… mas pelo sentimento que investimos juntos nessa construção… Ele já não me olhava, não me beijava, não me amava… Isso dói demais…espero um dia passar…
    msn caci.enf123@hotmail.com
    bjssss

  19. Carla

    24 de setembro de 2012 at 14:30

    Há um mês meu mundo desmoronou, meu marido, em quem eu sempre confiei, sempre acreditei, pois sempre foi diferente dos demais homens, nunca foi safado, ou mulherengo, me traiu. Ele saiu nesse dia com um amigo que nunca havia saído antes, foi para um passeio de barco, onde tinha mulheres, e depois foi para uma boate, onde tem prostitutas, e transou com uma. Acabei descobrindo no outro dia, pois a minha filha de dois anos achou um broche de cabelo no carro dele. Foi horrível!! Ela assistiu eu batendo nele, fiquei transtornada! Ele negou e nega até hoje, só que liguei para o tel que constava no comprovante do cartaõ de débito, e fui informada que era uma boate e que pelo valor que ele gastou lá, a moça me informou que certamente foi o cachê mais o quarto que ele pagou pra transar com a garota (prostituta). Não me separei, pois ainda o amo, ele também não sinaliza que queira se separar, mas desde este dia, está frio, não me procura, não faz questão de me reconquistar com carinho, ou mesmo atenção. Estamos juntos, mas sem qualquer demonstração de afetividade um pelo outro. Já conversamos, apesar dele negar a traição, se comporta às vezes como se sentisse uma enorme culpa pelo que fez. mas não verbaliza isso, vejo no seu jeito. Parece que não sente mais prazer nas coisas que fazíamos juntos , coisas simples. Tenho tentado, tenho me esforçado pra esquecer o que ele fez, mas parece que ele não esqueceu, pois não é mais o mesmo comigo. Tô sofrendo com tudo isso, penso em me separar, mas ao mesmo tempo, penso que a gente merece uma chance. Mas parece que ele não se dá essa chance. Não tem sido fácil. às vezes não sei mais o que fazer, já conversei com ele, sobre o que estou sentindo, mas ele diz que não adianta ele tentar se aproximar de mim, pois diz que ainda estou muito magoada, mas ele não percebe que é justamente o afastamento dele que me dói, que me machuca. Que o que eu mais queria é que ele demonstrasse o amor por mim, que eu passava uma borracha em cima de tudo, e esqueceria, pra recomeçarmos uma nova relação, sem cometer os mesmos erros. Se alguém tiver uma análise dessa situação. Por favor me ajude, pois não desabafo com mais ninguém.

  20. Érica

    18 de setembro de 2012 at 14:04

    A um mês estou vivendo um pesadelo, estamos casados a dois anos..
    mais de um tempo pra cá ele nao me respeita mais. saindo chegando de madrugada, fingi que eu nao existo .. agora fazem 3 dias que sai de casa.. amanha temos que ir ao advogado.. estou sofrendo muito mais vou conseguir…meu filho tem 1 e 9 meses e tb sofre muito .. era muito apegado a ele..

  21. Vanessa

    6 de setembro de 2012 at 16:59

    Acabo de me separar, não tivemos filhos.Amanhã faríamos casamento de 6 anos juntos.
    Por motivos alheios a minha vontade, meu marido (ou ex) mudou, passou a enxergar apenas a si mesmo e deixou de ter o prazer de minha companhia e das coisas simples da vida, como rir por nada, conversar em casa com a esposa, bebericando um vinho…ir à praia pra conversar…e amar.
    Sofri por uns 2 anos com este distanciamento, e ainda assim, quando o fim de fato chegou, ainda sofro. Sofro porque não era o meu plano, sou uma pessoa que ama de verdade, que se entrega e planeja pro futuro dar certo. Sofro porque sei que se ele quisesse, era só acertar uns pontos e o relacionamento vingaria. Mas ele não quer, quer andar sozinho…
    Somos jovens, nos unimos aos 26 anos e foi uma luta conseguirmos nossas coisas, crescer profissionalmente. Fizemos juntos. Mas no momento que o sucesso dele cresceu, fui ficando de lado. Ele saía sozinho, me tratava com rispidez, dizia coisas que me feriam muito e não mais dividíamos a vida.
    Então, busquei o colo da mamãe. A amizade de meus irmãos. E alguns amigos. Estou em férias, e sei que daqui a 25 dias terei que estar forte. Estou a 3 dias tentando sair de casa, mas não consigo. Parece que as pernas travam e o medo surge. Mas tenho que conseguir.
    Ele tem sido paciente comigo, conversando. Também parece sofrer e hoje está desfazendo tudo o que conseguimos obter juntos.
    Mas vamos lá…eu, vcs que me lêem…os que pretendem a separação. Vamos lutar por nós…vamos viver e amar.

  22. luci alves

    9 de agosto de 2012 at 23:52

    m separei faz uma semana ,de um casamento d 23 anos meu ex marido era machista so queria ficar fora 2 a tres dias bebendo e usando drogas ele achava isso normal ele inresponsavel , deixava tudo nas minhas costas tenho 2 filhos um d 15 e um de 10 .eu tenho do deles mas eu ate aq to bem sinto falta ,mas acho q vou superar mas sintoum vazio uma dor no meu peito e sinto vontade d chorar as vezes

  23. camila

    6 de agosto de 2012 at 20:37

    Acabei um relacionamento de 12 anos…. Tenho um filho de 4anos…. espero e quero superar o mais rapido possivel..

  24. Sandra Regina

    1 de agosto de 2012 at 9:57

    ola, Alice
    Seja bem vinda ao nosso site e isso ai seja firme no seu proposito, mas siga sempre o seu coração e não cegando a razão.
    bjos.

  25. alice

    31 de julho de 2012 at 16:33

    Meu nome é Alice acabei de me separar e tenho um bebe de 2 meses ,estou sofrendo muito mas sinto que meu marido nao me respeitava mais.ele saiu de casa no domingo 8;30 da manha e volto as 5;30 de segunda bebado alegando que era normal o homem sair e perder a linha de vez enquando fiquei muito chateada e como ja estavamos muito desgastados decidi pedir oara ele tomar uma decisao ele foi embora e fiquei arrasada pois imaginei que ele nao nos abandonariamos.mas seguirei as dicas e superarei esta fase ruimbjs e obrigada

  26. ana paula da costa monteiro

    13 de julho de 2012 at 14:44

    estou me separando de um casamento de 5 anos com meu marido, estou sofrendo muito, porem consigo ver que todo esse tempo com ele foi perdido, pois tive que me separa de amigos para fazer a vontade dele e hoje nao tenho a quem recorrer para conversar sobre a minha situaçao, mas hoje ouvir uma frase que mudou a minha vida…(e preciso perder o as coisas velhas ,para poder ganhar as novas)…e apartir de desse momento tomei uma decisao radical na minha vida vou abrir mao desse relacionamento para vir outro melhor….beijos e muito obrigada pelas dicas femininas.

  27. hipple2004

    20 de junho de 2012 at 2:28

    Estou desanimado com meu relacionamento minha esposa nunca me procurou para tranzar eu que sempre tomei a iniciativa. E ainda tenho que aguenta as ciumeras dela. Ultimamente ela tem torrado o cartão de crédito e está endividada e eu bancando quaze tudo, nosso relacionamento vai de mal a pior e de quebra ainda tivemos 1 filho q completa 5 anos… Não etou aguentando mais… c alguem tiver alguma dica meu e-mail: hipple2004@hotmail.com

  28. Marina Guedes

    18 de junho de 2012 at 9:56

    Olá, estou me separando do meu marido e está me machucando muito
    pq amo ele demais e as vezes penso que nao vou aguentar viver sem ele
    estou sofrendo demais.
    Obeigada pelas dicas

  29. Luciane

    12 de junho de 2012 at 12:46

    Oi!
    Por mais dolorido que seja uma separação não podemos nos sujeitar a viver uma vida sem amor e respeito. Vivi com uma pessoa mais de 22 anos e nunca me respeitou como,fui sempre tratada como um objeto nas mãos dele. Hoje estou sofrendo muito com tudo mais tenho certeza que lá na frente vou encontrar o verdadeiro amor,alguém que me admire e me respeite como pessoa. Nunca desista de seus sonhos por mais dolorido que pareça agora, o final vai ser feliz concerteza.
    Se livre o quando antes de pessoas assim!! Não derrame mais uma lágrima por quem não te mereçe.
    Sua vida muda quando você muda.

  30. patricia

    10 de junho de 2012 at 20:18

    Vivo este processo de separação exatamente a 1 ano dei uma chance que hoje faz 6 meses que tudo acabou não deu certo de dado uma oportunidade, mesmo com tudo que vivo sinto que ainda gosto dele mais tenho a consciência que não da mais para com vivermos brigamos muito teve violência, traição chegou ao fim foram 17 anos casados tenho dois filhos está muito difícil viver assim.

  31. vanderleia martins da silva

    9 de junho de 2012 at 22:23

    Meu namorado de 1 ano e meio terminou comigo,friamente.alegando que estavamos nos ofendendo muito e sem confiança bastante para irmos adiante! Nossa tô sofrendo de mais! Buscando apoio! adorei as dicas!

  32. Suellen Lima

    5 de junho de 2012 at 13:50

    Há um mês venho sofrendo com essa dor, É uma grande barra, uma fase q parece q jamais terá um fim, emagreci muito, n tenho me preocupado com a minha aparência. Porém ganhei muitos amigos, ouvi muitas historias semelhantes e vi q muitos deram a volta por cima, isso me anima de uma certa forma, sei q preciso ter força de vontade e seguir enfrente isso precisa vir de mim, Deus tem me ajudado bastante.
    Obs: Quem esta passando por essa fase ou já passou gostaria de saber da sua história, podemos trocar idéias e diante desse momento ruim
    construir uma nova amizade. Meu msn é suzzy_ cdl@hotmail.com, bjs!!

  33. Suellen Lima

    5 de junho de 2012 at 13:00

    Há um mês venho sofrendo com essa dor,

  34. valéria

    29 de maio de 2012 at 14:11

    me separei por um ano e voltamos só que agora ele me pediu um tempo e estou sofrendo muito ,pq não quero perdelo de novo. mas adorei as dicas torçam por mim..

  35. wagner

    21 de maio de 2012 at 11:20

    Também sinto que minha separação é algo inevitável. Sinto como se estivesse dando um passo no escuro. Obrigado pelas dicas, prometo que daqui a pouco tempo irei aplicá-las. felicidades a todos.

  36. Ysa

    10 de maio de 2012 at 20:17

    Ainda não me separei, mas sinto que isto está próximo de acontecer e já estou querendo me preparar. Já sofri uma vez, não quero o mesmo sofrimento novamente. Adorei as dicas.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


4 − = 0

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>