Estilo mediterrâneo reduz mortalidade e protege o coração

Estamos no “Setembro Vermelho”, mês em que queremos alertar para a prevenção de doenças cardiovasculares. E, como o assunto é saúde do coração, nada melhor do que falarmos de alimentação! E, em se tratando deste assunto, vamos falar sobre o estilo Mediterrâneo.

Ele apresenta uma vasta quantidade de nutrientes em sua pirâmide alimentar, provenientes de alimentos como: * Azeite extravirgem, que é rico em vitamina E, betacarotenos e ácidos graxos monoinsaturados, sendo assim um antioxidante, que eleva o colesterol bom (HDL). *Peixes com alto teor elevado de ômega 3, que também reduzem os riscos de infarto e AVC , regulando a pressão arterial, as taxas de triglicérides e colesterol total, além de possuírem ação anti-inflamatória. * Frutas, hortaliças e leguminosos, que são fontes de vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes.

Especialmente o tomate, que possui elevado teor de licopeno, que ajuda a remover toxinas do organismo. * Castanhas, nozes e amêndoas – excelente opção como lanche, pois saciam rapidamente ajudando a reduzir a quantidade de comida nas demais refeições. São ricas em Vitamina E, Selênio, e em gorduras boas.

Além de todos esses itens, uma boa alimentação no estilo mediterrâneo é complementada com a ingestão de bastante água. Inclusive, um estudo publicado recentemente no British Journal of Nutrition analisou, durante 8 anos, os hábitos alimentares de 5 mil pessoas com mais de 65 anos, e concluíram que tanto aqueles que sempre seguiram o estilo alimentar mediterrâneo quanto aqueles que adquiriram o hábito apenas na velhice se beneficiaram conquistando mais saúde e uma redução de 25% da mortalidade por todas as causas, principalmente por motivos de problemas cardio e cerebrovascular. Ou seja, o estilo mediterrâneo melhora a saúde cardíaca e cerebral, contribuindo, assim, para uma longevidade maior e mais saudável!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.