Entenda a endometriose

Já ouviu falar em endometriose? Já falei sobre isso aqui, mas vamos falar novamente sobre esse tema, por que tem muitas mulheres que ainda não sabem direito como é, e principalmente as adolescentes. Durante o ciclo menstrual, o estrogênio estimula o crescimento do endométrio, que é o revestimento interno do útero. Após a ovulação, a progesterona secretada pelos ovários inibe o crescimento do endométrio e estimula a remodelação do tecido. A endometriose ocorre quando o tecido endometrial cresce fora do útero, podendo provocar um processo inflamatório que, com o tempo, pode impactar a saúde da mulher.

Embora em muitos casos seja assintomática, a #endometriose pode causar dor pélvica, dor antes e durante ciclos menstruais, fadiga, dor durante relações sexuais, distúrbios gastrointestinais e até infertilidade. Como fatores de risco pode-se considerar a idade – de 30 a 40 anos; genética (mãe, irmã), período menstrual com duração superior a 7 dias ou ciclos menstruais inferiores a 27 dias. Por possuir comportamento de doença autoimune, é benéfico mudar os hábitos de vida, com base numa alimentação isenta de produtos inflamatórios, aliada à prática de atividades físicas.

É possível reduzir os sintomas da endometriose com uma alimentação mais regrada, visando reforçar o sistema imunológico, ou seja, excluindo os industrializados (com seus corantes, conservantes e etc.), açúcar refinado, farinha branca, refrigerantes, glúten (sim, é um alimento que pode ser inflamatório), gordura hidrogenada ou trans. Procure consumir vegetais verdes, como o espinafre, alface etc., crucíferos, como repolho, brócolis; sementes de linhaça; legumes; frutas secas e sementes!

Além disso, o acompanhamento da mulher com endometriose deve ser com uma equipe multiprofissional, baseada numa medicina integrativa, holística e focada no paciente de maneira integral!

Fonte: DoutorBarakat

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.