Consumo diário de folhas verdes pode retardar o envelhecimento cerebral.

O consumo diário de pelo menos uma porção de folhas verdes e legumes de baixo amido pode retardar o envelhecimento cerebral em até 11 anos, segundo um estudo recente.
O estudo foi realizado durante um período de mais de 10 anos com 960 participantes, por cientistas do Centro Médico da Universidade Rush, em Chicago (EUA) e publicado na revista Neurology.
Foram realizados testes cognitivos e aqueles que consumiam uma porção de folhas verdes apresentaram um declínio de pensamento e memória muito mais brando do que os participantes que não consumiam saladas.

Segundo os pesquisadores este resultado se deve provavelmente à presença de alguns nutrientes, e compostos antioxidantes como a luteína, alfa-tocoferol (a forma mais potente da vitamina E), vitamina K1 e o folato (B9). Quadros degenerativos associados ao envelhecimento, como a demência estão cada vez mais frequentes e maneiras de promover a saúde cerebral e prevenir essas condições são de grande importância.

As folhas verdes são também boas fontes de magnésio, que contribuem para o bom funcionamento do cérebro, e de fibras, essenciais para um microbioma intestinal saudável, estando intimamente relacionado com a saúde cerebral.

Comer uma ou mais porções de vegetais por dia é um hábito simples que vale a pena integrar no seu dia a dia. Lembre-se de acrescentar azeite ou outros bons óleos em suas saladas, assim elas não apenas ficam mais saborosas, mas mais nutritivas também, uma vez que boas gorduras ajudam a absorver os nutrientes lipossolúveis.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.