Beleza green – ingredientes do suco verde conquistam a industria cosmética

Couve, espinafre, espirulina: alguns dos ingredientes mais usados na preparação do hoje onipresente suco verde, que se tornou para a turma em sintonia com uma vida saudável tão essencial pela manhã quanto uma xícara de café, agora saem da cozinha para conquistar o nécessaire. A crescente busca por cosméticos livres de substâncias químicas que estão em xeque, graças a estudos recentes que questionam seus efeitos no organismo, resultou em um boom de fórmulas e de marcas que vêm apostando nos benefícios desses alimentos.

Verduras como a couve e o espinafre contêm alto teor de vitaminas A, C e E, poderosos antioxidantes que, quando ingeridos, são capazes de proteger a pele de danos causados principalmente pela radiação solar, um dos principais mecanismos que causam o envelhecimento. “De forma tópica, os antioxidantes (sobretudo a vitamina C) são ativos consagrados na prevenção e no tratamento do desgaste cutâneo.

Prova de que o assunto está em alta são os novos corners Super Ingredients em lojas da Sephora mundo afora, recheados de marcas e produtos cujos ingredientes parecem saídos de uma garrafinha de juice bar. Caso da By all Greens, máscara de limpeza à base de espinafre, chá-verde e espirulina da americana Origins e do Super Food Cleanser (com kale, espinafre e chá-verde) da Youth To The People, marca californiana que já virou cult. Endossando a tendência, a Glossier lançou a máscara Mega Greens Galaxy Pack, que tem um mix poderoso de salsinha, espinafre e broto de agrião para desintoxicar os poros.

Do copo à pele (Foto: Getty Images, Thinkstock e Divulgação)

Antes de trocar todo seu estoque de beleza, é importante ressaltar que ainda não existem estudos conclusivos sobre a eficácia desses ingredientes para o tratamento e prevenção do envelhecimento cutâneo. “Os antioxidantes precisam ser estabilizados nas fórmulas em creme, um grande desafio quando se trata de ativos naturais”, explicam os dermatologistas. “É por isso que ainda há tantos antioxidantes sintéticos no mercado”.

Uma boa opção é procurar produtos “naturebas” que associam antioxidantes a substâncias como o ácido hialurônico. É exatamente essa a receita do Superfood Air-Whip Moisture Cream, da americana Youth To The People, que reúne kale, espinafre e chá-verde (extraídos a frio, como os sucos, com o objetivo de evitar a perda de nutrientes) à proteína reconhecida pelo efeito preenchedor e por preservar a integridade do colágeno.

O apelo natural apresenta outra grande vantagem: como a maioria desses produtos é orgânico ou vegano, eles não têm conservantes, o que evita possíveis alergias, mas também o acúmulo de substâncias químicas aos quais nosso organismo é exposto diariamente através dos itens de higiene.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.